ITAJAÍ
(47) 3045.3322
WhatsApp
(47)99602.6466
LiveZilla Live Chat Software
Facebook

Plástica das Orelhas (Otoplastia)

oto_introOrelha em abano é aquela que se projeta excessivamente do crânio. Alguns casos são muito evidentes, mas outros dependem da avaliação subjetiva de cada um. É mais freqüente em ambas as orelhas, mas em alguns casos afeta apenas uma delas.
 
Chamam mais atenção do que orelhas muito grandes ou muito pequenas. Por desenvolverem-se antes da cabeça, são particularmente perceptíveis nas crianças e ainda mais nos meninos, que não conseguem disfarçá-las com o cabelo.
  
As orelhas cumprem um curioso papel na estética da face. Enquanto os olhos, o nariz, a boca e os cabelos são alvos de elogios ou de críticas, às orelhas cabe apenas o direito de não serem notadas. Ao contrário de outras deformidades, que causam compaixão, o abano gera deboche, gerando um sentimento de insegurança. Seu efeito na auto-imagem varia em função da sensibilidade individual. As crianças são vítimas de apelidos e brincadeiras cruéis e isto justifica a correção.
 
No convívio familiar e principalmente na escola, as piadas cruéis, apelidos e brincadeiras atormentam quem tem orelhas de abano. Dumbo, fusquinha de porta aberta, açucareiro, orelhudo são alguns exemplos de termos pejorativos que afetam a auto-estima e prejudicam o desenvolvimento da personalidade da criança. Para adultos as brincadeiras são menos freqüentes, mas a aparência das orelhas pode comprometer a ascensão social e financeira.
 
A correção é realizada através de uma cirurgia simples, chamada otoplastia, através da qual a anatomia da orelha é restabelecida. Esta cirurgia normalmente é feita sob anestesia geral (para crianças) ou local (para adolescentes e adultos). Apresenta um período de recuperação em torno de trinta dias, onde o paciente tem que usar uma faixa protetora. Deve-se ter o cuidado também de evitar batidas e exposição solar no local operado.
 
 

oto_resumidoFICHA RESUMIDA

 

Nome técnico: Otoplastia.
Idade recomendada: a partir dos 6 anos.
Anestesia: local com sedação (para adultos e adolescentes) ou geral (para crianças).

Duração da cirurgia: 2 à 3 horas.
Permanência na clínica: não excede 24 horas.
Cicatriz: nenhuma cicatriz externa visível.
Pré-operatório: Exames de laboratórios + Exames radiológicos (Raio X, Tomografia), + Avaliação otorrinolaringológica se necessário + Avaliação cardiológica se necessário + Eletrocardiograma + Arquivo fotográfico.
Pós-operatório: curativo protegendo as orelhas deve ser usado por um dia e depois é necessário o uso de uma faixa durante trinta dias.
Tempo de recuperação: 10 a 15 dias

(47) 3045.3322 - Av. Cel. Marcos Konder, 1207 - Sala 122 - Centro Empresarial Embraed - Itajaí, SC
Diretor Técnico – Dr. Antonio Marcos Piva – CRM 14563 - RQE 7247