ITAJAÍ
(47) 3045.3322
WhatsApp
(47)99602.6466
LiveZilla Live Chat Software
Facebook

Plástica das Orelhas (Otoplastia) - Dúvidas frequentes

perguntas_oto01. QUAIS SÃO AS PRINCIPAIS MOTIVAÇÕES PARA QUE AS PESSOAS BUSQUEM UMA CIRURGIA PLÁSTICA DE ORELHAS?

O principal fator motivador para os que buscam uma correção de orelha em abano é evitar os constantes constrangimentos no seu relacionamento social.

A orelha em abano gera deboche, provocando um sentimento de insegurança, muitas vezes afetando a auto-imagem.

Isto é especialmente válido na infância e adolescência, onde as crianças são vítimas constantes de apelidos e brincadeiras maldosas.

Para adultos as brincadeiras são menos freqüentes, mas a aparência das orelhas pode comprometer a ascensão social e financeira.

 

02. AS ORELHAS EM ABANO SÃO MUITO FREQUENTES?

As orelhas em abano ocorre em 2 a 5% das pessoas. É mais freqüente em ambas as orelhas, mas em alguns casos afeta apenas uma delas. O sexo feminino é discretamente mais acometido também.

 

03. AS CRIANÇAS COM ORELHAS EM ABANO PODEM TER CONSEQUÊNCIAS À LONGO PRAZO PELO FATO DE SEREM RIDICULARIZADAS NA ESCOLA?

Sim. Já foi provado cientificamente que as crianças vítimas de deboche e brincadeiras em seu ambiente de convívio, devido à orelhas em abano, tem maior chance de apresentar distúrbios de relacionamento, podendo afetar, no presente e no futuro, a sua auto-estima e prejudicar o desenvolvimento da sua personalidade.

 

04. ENTÃO DEVEMOS ENCORAJAR AS CRIANÇAS A SE SUBMETER A ESTA CIRURGIA?

Com relação às crianças não devemos induzi-las, já que pessoas não motivadas tendem a não colaborar com o tratamento. Mas quando são muito tímidas, uma conversa cuidadosa com alguém em quem confiem pode detectar o desejo pela correção.

 

05. COMO SEI SE MINHA ORELHAS SÃO ANORMAIS?

O conceito de normalidade varia bastante já que as pessoas têm altura e rostos com formas diferentes. No entanto, quando muitas pessoas fazem comentários sobre a forma e tamanho das orelhas, a chance de terem razão é bastante grande. Se você procura escondê-las com os cabelos e sente-se incomodado (a) com eventuais comentários, talvez seja hora de procurar corrigi-las.

 

06. AS CICATRIZES SÃO VISÍVEIS?

Utilizamos uma cicatriz que se localiza atrás da orelha, no sulco formado entre esta e o crânio. Assim sendo, ela é muito pouco visível, e como se trata de região de pele muito fina, a própria cicatriz tende a ficar pouco perceptível

 

07. A COR DA MINHA PELE PODE INFLUENCIAR NA CICATRIZAÇÃO?

Pessoas de pele morena podem apresentar uma cicatrização um pouco mais intensa, podendo vir a apresentar cicatrizes mais endurecidas ou elevadas. Como estas alterações na maioria das vezes ocorrem na região posterior da orelha, onde fica a cicatriz, costumam ter um tratamento mais fácil que em outras regiões do corpo.

 

08. À QUAL TIPO DE ANESTESIA SEREI SUBMETIDA?

Normalmente, quando realizamos a cirurgia em adultos, utilizamos anestesia local com ou sem sedação. Em crianças, geralmente utilizamos a anestesia geral.

 

09. QUANTO TEMPO FICAREI INTERNADA?

De 3 horas a 1 dia, dependendo do tipo de anestesia utilizada. 

 

10. QUANTO TEMPO DEMORARÁ MINHA CIRURGIA?

Geralmente entre 90 a 180 minutos, podendo até ser maior em alguns casos. Aparentemente este tempo é maior para quem aguarda do lado de fora do centro cirúrgico. Isto ocorre porque o tempo de cirurgia não corresponde ao tempo de permanência do paciente no Centro Cirúrgico, pois, esta permanência envolve também o período de preparação para a anestesia e de recuperação pós-operatória.

 

11. CORRO ALGUM RISCO NESSA CIRURGIA? 

Normalmente esta cirurgia não está associada à ocorrência de complicações sérias, desde que respeitados certos critérios de risco. Mas como todo ato médico, apresenta um risco variável e a cirurgia plástica como parte da medicina não é exceção. Pode-se diminuir este risco preparando-se adequadamente cada paciente, mas não é possível eliminá-lo completamente. Por isso, todo o rigor no uso de medidas preventivas, tais como um check-up pré-operatório, dentre outras.

 

12. COMO FICARÁ A MINHA AUDIÇÃO APÓS A CIRURGIA?

A capacidade de ouvir não é afetada pela cirurgia, pois esta se restringe à parte externa da orelha, não havendo contato com a área responsável pela captação do som.

 

13. VOU SENTIR MUITA DOR APÓS A CIRURGIA?

A cirurgia plástica das orelhas não costuma evoluir com muita dor. Caso ocorra, é considerada normal desde que controlável com analgésicos comuns.

 

14. HÁ ALTERAÇÃO DA SENSIBILIDADE NA ORELHA APÓS A CIRURGIA?

Em alguns poucos casos pode ocorrer uma alteração da sensibilidade, com dormência em alguns lugares da orelha, que costuma regredir em poucas semanas.

 

15. COMO SERÁ MEU CURATIVO?

No 1o dia de pós-operatório serão realizados curativos locais em forma de capacete. À partir do 2o dia, protege-se a orelha com uma gaze e uma faixa de tecido parecida com as utilizadas por jogadores de tênis, mantendo-a por 30 dias

 

16. QUANDO SERÃO RETIRADOS OS MEUS PONTOS? SENTIREI DOR NA RETIRADA? 

À partir do 7º.dia poderemos iniciar a retirada dos pontos. Esta retirada poderá ser feita gradualmente até o final de 2 semanas.

 

17. COMO SERÁ A EVOLUÇÃO PÓS-OPERATÓRIA?

Normalmente a orelha permanece com inchaço bem visível por um período de 1 a 2 semanas, podendo ter ou não algumas manchas roxas. Após este período, permanece um inchaço mínimo que irá ceder dentro de 2 a 3 meses.

 

18. EM QUANTO TEMPO SE ATINGIRÁ O RESULTADO FINAL? 

Assim que se retira o curativo já teremos em torno de 80 % do resultado almejado. Normalmente após 2 a 3 meses o resultado será final.

 

19. POSSO PRATICAR ESPORTES NORMALMENTE APÓS A CIRURGIA?

Atividades físicas leves, tais como caminhadas, podem ser iniciadas após 15 a 21 dias, podendo ser aumentadas em intensidade após 1 mês de pós-operatório. Recomenda-se que as atividades em que possa haver um potencial trauma na orelha, tais como futebol, vôlei, basquete, luta, etc, iniciem após um período de 2 meses, onde o processo de cicatrização já estará bem avançado.

 

20. QUANDO PODEREI LAVAR A CABEÇA?

Você poderá lavar a cabeça com água em temperatura ambiente à partir do 2o dia de pós-operatório, evitando molhar o molde de algodão que irá ocupar a parte externa da orelha

 

21. O SOL DEVERÁ SER EVITADO?

Sim. Enquanto houver manchas de infiltrado sanguíneo, é aconselhável que se evite expor ao sol da rua. A exposição precoce ao sol pode manter o inchaço por mais tempo, aumentando assim o tempo de recuperação. No entanto, para exposições mais longas, como num banho de sol, aconselha-se aguardar um período mínimo de 90 dias.

 

22. POR QUANTO TEMPO NÃO PODEREI TRABALHAR?

O tempo para uma completa recuperação depende da cirurgia realizada. De modo geral o tempo mínimo é de 3 a 4 dias. Na plástica de orelha é sempre necessário o uso de faixa por 30 dias e isto dificulta o convívio em determinados ambientes de trabalho ou sociais, mas não o impede.

 

23. PODE HAVER A VOLTA DA ORELHA EM ABANO APÓS A CIRURGIA?

Existe um risco mínimo, mas em alguns caos o paciente poderá apresentar uma leve volta do abano e uma leve assimetria poderá ocorrer, pois, mesmo as pessoas não operadas e com orelhas normais, não apresentam um lado igual ao outro.

 

24. A OTOPLASTIA PODE SER ASSOCIADA A OUTRAS CIRURGIAS PLÁSTICAS?

Por ser uma cirurgia simples, a cirurgia plástica de orelha poderá ser associada à outras cirurgias, sendo as associações mais comuns a realização de rinoplastia (cirurgia plástica do nariz) no mesmo tempo operatório de otoplastia.

Outras associações bem freqüentes são a otoplastia com a mentoplastia (cirurgia plástica do queixo), com a inclusão de prótese mamária e com a lipoaspiração e lipoescultura.

 

25. COMO SABEREI QUE ESTÁ CORRENDO TUDO BEM COM A MINHA CIRURGIA?

Muitas são as fases que o corpo passa até que a cirurgia atinja seu objetivo. Até que se consiga o resultado pretendido, ocorrerão diversas mudanças na cicatriz, na forma das orelhas, no inchaço, na sensibilidade, nas manchas de infiltrado sanguíneo, etc. Portanto, é normal que ocorra alguma preocupação no sentido de desejar atingir o resultado final antes do tempo previsto.

Toda preocupação de sua parte deverá nos ser transmitida, para que possamos tranqüiliza-la, com os esclarecimentos necessários.

Algumas pacientes apresentam um curto período de depressão emocional nesta etapa, em decorrência destas alterações passageiras. Isto advém do desejo de se atingir o resultado final o quanto antes.

Lembre-se que nenhum resultado de cirurgia das orelhas deverá ser considerado como final antes dos 3 meses.

 

 

26. A PARTIR DE QUE IDADE PODEREI FAZER A CIRURGIA? PODERÁ HAVER ALTERAÇÃO DO CRESCIMENTO DA ORELHA?

No caso das crianças pode-se operar a partir de seis anos, quando a orelha já atingiu o tamanho próximo ao do adulto. A correção precoce evita as conseqüências das piadas e brincadeiras tão comuns nas escolas.

 

 

27. EM QUANTO TEMPO SE ATINGIRÁ O RESULTADO FINAL?

Geralmente após 3 a 4 meses teremos o resultado final.

 

 

28. O RESULTADO É COMPENSADOR?

Se você está ciente do que deseja e o cirurgião puder lhe propiciar aquilo que você pediu, sem dúvida compensa. Entretanto, é importante levar em consideração o fato de que a cirurgia das orelhas não visa transformar você em outra pessoa. Não é possível transformar a sua orelha na orelha de outra pessoa. Você continuará com a sua orelha, porem com características diferentes. O cirurgião plástico apenas melhorará esse território prejudicado pelos defeitos estéticos aí pré-existentes.

 

(47) 3045.3322 - Av. Cel. Marcos Konder, 1207 - Sala 122 - Centro Empresarial Embraed - Itajaí, SC
Diretor Técnico – Dr. Antonio Marcos Piva – CRM 14563 - RQE 7247